segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

A nu

Se este blog fosse anónimo, se ninguém me conhecesse a cara e o espírito, escreveria aqui tudo o que sinto. O que me vai na cabeça, cada pensamento, sensação, cada emoção. Se quem me lê não soubesse que sou eu, contaria cada palavra, as que disse, as que foram ditas e as que ficaram por dizer. Mostraria todas as lágrimas e todos os sorrisos, até os que se escondem e só podem ser descobertos de vez em quando. Iria desenhar com letras as alegrias que já vivi e as mágoas que carrego comigo. Se eu não tivesse um nome para além deste, confessaria os meus arrependimentos, tudo aquilo de que me envergonho e revelaria todas as palavras que não digo senão para mim, libertando-me do peso de cada uma delas. Mas porque tenho um nome e uma cara para além dos traços toscos desta boneca, continuarei a guardar para mim, muito do que me vai cá dentro. Um dia desembrulho a última matryoshka...

4 comentários:

Peruca de Tule disse...

:)

Um sorriso e mta força para ti... apesar de n conhecer o nome nem a cara q estão além dos traços toscos desta boneca.

AMEI a última frase!

BeijOoOOoOO

*PerucaMaluka*

MiSs Detective disse...

minha amiga life is a rollercoaster... up and down! e entremos num novo ano com muitos sorrisos no rosto, eu saberei sempre qual é o teu ;)

um happy muito happy 2009!!!

Rui Mendes disse...

Antes de desembrulhares a última matryoshka... vais ao título do post, "A nú" e retiras o acento. E assim fica um post perfeito e sem erros ortográficos... porque pior que erros ortográficos.. só mesmo ser militante do CDS.

Bjs.

Matryoshka disse...

Confirma-se: é sem acento e está corrigido. E sim, pior que dar erros ortográficos, só mesmo ser militante do CDS! Ao menos, desse mal não padeço...

;)