quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Abrindo a Matryoshka

Andam por aí vários bloggers a fazer listas de "Eu já" e "Eu nunca". Pela minha parte, aqui vão algumas coisas já feitas e outras ainda por fazer (ou não)!

Eu já...

Levei uma injecção num olho
Vivi no Algarve (duas vezes)
Adormeci no cinema
Fui fotografada nua por uma amiga fotógrafa
Lavei os dentes com a escova do Rogério Samora
Disse "Amo-te"
Disse "Odeio-te"
Tive mais 10 Kg do que tenho hoje
Dormi num Ford Ka com mais 3 pessoas
Pisei a Ásia (duas vezes)
Me arrependi
Me enganei várias vezes no nº da porta
"Apaguei" depois de beber um shot
Fiz uma asneira grande no trabalho
Conheci pessoas pela Internet
Conquistei pessoas
Perdi pessoas
Considerei seriamente ser budista

Eu nunca...

Tive um 20
Li "Os Maias" até ao fim
Fui a Paris
Fui aos EUA
Votei num partido de Direita
Roubei loiça num café para partir em casa
Tive uma amiga que se chamasse Catarina
Gostei de mentiras
Me esqueci de algumas pessoas
Soube jogar xadrez
Fui trocada por um homem
Gostei de passas
Consumi drogas pesadas
Fiz uma depilação integral a cera
Andei de camelo
Fiz amor à chuva
Conduzi a mais de 150 Km/ hora
Gostei de conversa de circunstância

domingo, 18 de janeiro de 2009

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

So do I




Your Word is "Fearless"



You see life as your one chance to experience everything, and you just go for it!

You believe the biggest risk is being afraid and missing out on something amazing.



Sometimes your fearlessness means you're daring. You enjoy risky activities.

And sometimes your fearlessness means you're courageous. You're brave enough to do the right thing, even when it's scary.


;)

domingo, 11 de janeiro de 2009

Num bairro em Lisboa...

A vida nova começa aqui. Esta é a chave da minha casinha. Minha e da Yang. Tudo aconteceu muito rápido. Entre a decisão e a escolha da casa passaram 10 dias e só foram precisos mais 4 até à assinatura do contrato. Para já, falta-nos quase tudo: panelas, esfregona, máquina da roupa, etc. Falta-nos também um closet, mas já diz o ditado: A necessidade aguça o engenho! Não é nenhum palácio, mas é linda e acolhedora! À porta, a tabacaria, o talho e o café. Mais à frente a mercearia. Um típico bairro de Lisboa, onde todos se conhecem e cumprimentam.


Se tenho medo? Muito! Mas tenho a certeza de que tudo correrá bem. Alguns dirão que já saio tarde. Outros, pensarão que será precipitado. Apesar de me apertar o coração, sei que é a decisão certa. É um passo grande, enorme, o que o torna assustador. No fim de contas, a verdade é que a vida dá voltas com as quais nunca contaríamos. É o seu lado surpreendente que lhe dá tanto encanto!

Para já, boa sorte para nós, e a partir de agora há muito trabalhinho para fazer!


P.S. Não é o Chiado nem a Avenida de Roma, mas estou mais perto. ;)

sábado, 3 de janeiro de 2009

E nos 3 primeiros dias do ano...

Não comi as passas. Comi uvas. Cantei até me doer a voz. Abracei as amigas e ri-me com elas. Tive vómitos e lanchei ao som de um alarme. Vi o mar. Fui ao cinema, tomei cafézinho e apanhei uma molha até parecer um pinto. Não marquei a manicure e tratei de arranjar as unhas em casa (cortei-me duas vezes). Não vi a «Anatomia de Grey». Já fiquei sem saldo no telemóvel duas vezes. E já o carreguei duas vezes. Mudei-lhe o toque. Visitei os blogues do costume e descobri uns novos. Fiz zapping na tv.

Para os próximos dias, conto ver os meus bebés (sim, na verdade é mais que um sobrinho), descarregar as fotos da máquina, acordar cedo para ir fazer análises e deixar de escrever posts sem o menor interesse. É o que dá estar sem carro...